QUEM SOMOS SERVIÇOS DOWNLOADS CONTATO

Serviços Oferecidos

CONTROLE DE QUALIDADE EM RADIODIAGNÓSTICO

Controle de Qualidade pode ser definido como técnicas operacionais e atividades que são utilizadas para atender exigência de qualidade. Aplicado ao radiodiagnóstico isto se traduz em obter uma imagem com qualidade de modo a minimizar os erros de interpretação e identificação de estruturas, permitindo diagnóstico mais preciso fornecendo uma menor dose ao paciente.

Os testes de controle de qualidade realizados em radiodiagnóstico são separados para cada tipo de equipamento. O Ministério da Saúde publicou uma portaria em 1998, SVS – 453, que define a aplicação controle de qualidade no radiodiagnóstico. No artigo 4.44 da portaria diz assim:

"Todo equipamento de raios-x diagnósticos deve ser mantido em condições adequadas de funcionamento e submetido regularmente a verificações de desempenho. Atenção particular deve ser dada aos equipamentos antigos. Qualquer deterioração na qualidade das radiografias deve ser imediatamente investigada e o problema corrigido".


Testes Realizados

a) Testes bianuais:
(i) valores representativos de dose dada aos pacientes em radiografia e CT realizadas no serviço;
(ii) valores representativos de taxa de dose dada ao paciente em fluoroscopia e do tempo de exame, ou do produto dose-área.

b) Testes anuais:
(i) exatidão do indicador de tensão do tubo (kVp);
(ii) exatidão do tempo de exposição, quando aplicável;
(iii) camada semi-redutora;
(iv) alinhamento do eixo central do feixe de raios-x;
(v) rendimento do tubo (mGy / mA min m2);
(vi) linearidade da taxa de kerma no ar com o mAs;
(vii) reprodutibilidade da taxa de kerma no ar;
(viii) reprodutibilidade do sistema automático de exposição;
(ix) tamanho do ponto focal;
(x) integridade dos acessórios e vestimentas de proteção individual;
(xi) vedação da câmara escura.

c) Testes semestrais:
(i) exatidão do sistema de colimação;
(ii) resolução de baixo e alto contraste em fluoroscopia;
(iii) contato tela-filme;
(iv) alinhamento de grade;
(v) integridade das telas e chassis;
(vi) condições dos negatoscópios;
(vii) índice de rejeição de radiografias (com coleta de dados durante, pelo menos, dois meses).

d) Testes semanais:
(i) calibração, constância e uniformidade dos números de CT;
(ii) temperatura do sistema de processamento;
(iii) sensitometria do sistema de processamento.

Telefones: (11) 5572-0745 e (11) 9984-6585 Desenvolvido por InWeb Internet